Cadeira de Rodas: Um sinônimo de liberdade!

Cadeira de Rodas: Um sinônimo de liberdade!

Motivacao Feb 04, 2019 15:52

Quando se pensa em cadeiras de rodas, costumamos a pensar em sentimentos como a angústia, sofrimento, limitação, incapacidade, dependência e até mesmo o sentimento de se sentir aprisionado. É um pensamento assustador, que muitas vezes evitamos por acreditar que nunca passaremos por uma situação como essa.

Muita gente encara a cadeira de rodas como uma dependência, um aprisionamento, uma liberdade que nunca mais irá voltar. Mas a verdade está muito longe disso: Para o cadeirante, ela é sua liberdade!

A sensação frustrante de ter perdido o movimento das pernas e agora não poder mais levar sua vida como era antes, seja por um acidente ou doença, pode levar a depressão, sentimento de incapacidade, angústia e até sofrimento para a vida de uma pessoa. O medo de nunca mais ter sua vida de volta. Afinal, estamos sempre acostumados com as pessoas falando “tal pessoa ficou presa em uma cadeira de rodas”, o que aumenta ainda mais o nosso medo e a solidão de se sentir sem apoio.

Sim, a maioria das pessoas passa por esse medo, esse receio. Mas quando sentam-se a cadeira de rodas pela primeira vez, descobrem uma realidade muito diferente! A cadeira de rodas é a liberdade que o deficiente tem, é o direito de ir e vir, de interagir, de socializar. A cadeira de rodas é uma ferramenta crucial, que ajudará essa pessoa todos os dias, para levantar da cama, para ir até a escola, ir até o trabalho, para poder se locomover sem precisar de ninguém! Poder ser livre para se divertir, encontrar com seus amigos, ter atividades de lazer e até mesmo praticar esportes. Sem ela, nada disso seria possível.

A cadeira de rodas é o milagre do cadeirante para poder ter sua vida de volta. Ela o ajuda todos os dias a superar os desafios e problemas. Sem ela, essa pessoa poderia sentir a solidão de estar em estado vegetativo, sem poder viver sua vida e fazer o que realmente quer, o medo de passar sua vida toda em uma cama que iria o tempo todo martelar na cabeça do deficiente, causando tristeza, ansiedade e muitos outros sentimentos negativos.

Há muitos relatos de diversas pessoas diferentes que passaram por tudo isso, e com muito receio se perguntavam, “como irei sair com meus amigos?”, “como irei aparecer nas fotos?”, “como irei viajar?”, “o que meus colegas de trabalho irão dizer?”, “como irei encarar a minha família dessa forma?”. É natural sentir esse receio, esse medo, mas todas essas pessoas que passaram por todas essas dúvidas e incertezas, descobriram que a cadeira de rodas era na verdade a ferramenta da liberdade! Se mover para onde quiser, sem precisar de ajuda, ter sua independência de volta, são sentimentos que não tem preço, e que essa preciosa ferramente trouxe à muitas pessoas.

No começo pode parecer estranho, pode não se sentir acostumado, por estar aprendendo novamente a andar e se mover, mas agora de uma forma completamente diferente. Mas com o tempo, você começa a se adaptar e a sentir a grande esperança que a cadeira de rodas devolve ao deficiente.

Nesse momento de readaptação, você poderá sentir a felicidade de “voltar a viver”, e também é de grande importância estar próximo das pessoas que você gosta, seus familiares e verdadeiros amigos que te darão apoio e forças para seguir em frente e começar de novo, agora com a cadeira de rodas.

Além disso, mesmo aqueles que praticam esportes não devem pensar que a sua vida nesse ramo acabou, porque existem muitos esportes que dão a oportunidade do cadeirante participar, assim como existem muitos outros atletas que passam por essas dificuldades, mas que são grandes exemplos de superação! Os esportes podem também ser uma forma de manter o corpo ativo, uma forma de reabilitação e também de inspiração, porque os esportes podem trazer uma sensação de disposição e motivação para seguir em frente com a sua vida. Há também aqueles que irão necessitar dos esportes por conta de alguma condição da deficiência que possui. Dentre esses esportes, podemos citar como exemplo o atletismo, basquete, bocha, esgrima, halterofilismo, rúgbi, tênis, tênis de mesa e muitos outros também! Os esportes são considerados a atividade mais inclusiva e fundamental, necessária para a reabilitação e manutenção da sua saúde, seja a condição temporária ou permanente. Feita com segurança e com os profissionais certos, se torna uma das, se não a mais, prazerosa atividade que o cadeirante pode usufruir.

É também necessário estar atento ao tipo de cadeira de rodas que o deficiente irá usar, pois pode ser decisivo para a pessoa poder realmente ter toda essa sensação de liberdade e superação, pois cada pessoa tem uma necessidade diferente, que será atendida por um tipo de cadeira de rodas diferente. Cada pequeno detalhe pode fazer uma diferença imensa, mas deve-se escolher com muito carinho e atenção, porque uma cadeira de rodas, não é “só” uma cadeira de rodas. Ela é a ferramenta que irá acompanhar o deficiente em seus dias a partir desse momento, e muito além disso, será uma extensão de seu próprio corpo que irá possibilitar a liberdade do cadeirante. Ela será tão importante quanto seu próprio braço, mão ou perna (Tanto que muitos cadeirantes consideram falta de respeito tocar na cadeira de rodas sem pedir permissão antes).

A escolha da cadeira de rodas é muito importante e decisiva, deve-se escolher bem e contar com profissionais adequados e confiáveis para auxiliar na hora da compra, porque essa cadeira de rodas irá acompanhar a pessoa por toda sua reabilitação, ou até mesmo, sua vida inteira. É importante que o usuário da cadeira de rodas se sinta completamente confortável, livre de qualquer incomodo ou dores ao utilizá-la. Como meu amigo disse, não é um gasto, é um investimento. Qualquer cadeirante ou pessoa que consiga se colocar em uma situação como essa, pode entender o motivo de ser considerado dessa forma.

Está vendo? Muitas pessoas compartilham da opinião de que o cadeirante nunca deve pensar que está sozinho. Existem vários deles, uma comunidade inteira de outras pessoas com que passam pelos mesmo problemas ou que entendem como é estar na condição da cadeira de rodas. Não importa onde você está, sua cadeira de rodas é sua amiga, e também muito além disso, ela é também uma parte de si, é seu direito de liberdade e de independência para ir e vir! Devemos ser sempre gratos por essa excelente ferramenta existir, pois ela já foi fundamental para a recuperação de muitas pessoas antes, e será também para muitas pessoas que irão precisar dela no futuro!

E para aqueles que não são cadeirantes, mas que fazem parte da sociedade onde os cadeirantes estão inclusos, é muito importante sempre provermos o melhor apoio e suporte possível, para que essas pessoas saibam que existem pessoas que também se importam com elas!

E você? É um cadeirante? É amigo de um? Quer compartilhar sua experiência e dizer sua opinião? Deixe aqui nos comentários, apreciamos muito sua ajuda para que possamos mostrar que eles nunca estarão sozinhos!

Navegação

Início Sobre Produtos Blog Contato

Produtos

Scooters Elétricos Cadeiras de Rodas Cama Hospitalar Colchões e Almofadas Outros Produtos

"Seu limite é ir além"

Rua Espírito Santo, Nº 650, Loja 06 - Centro - Juiz de Fora

Telefone: (32) 3225-8123

Proibida a cópia total ou parcial deste site. AlugueMed © 2021 - Criação do Site por Revolution Tech